Atualmente no mercado, existem 3 formas que um rastreador veicular pode funcionar:

Satelital (100% GPS) ou Híbrido com comunicação por GSM e GPS

Serviços focados em localização. Possuem um tempo maior de atualização devido a custo e tecnologia, e menor qualidade em rotas e todos dados para gestão da frota, como odômetro.

O Contele Rastreador não utiliza esse formato, pois dentro a nossa proposta de valor é oferecer alta tecnologia com baixo custo.

Radiofrequência

Essa tecnologia depende muito da proximidade com a antena, e é utilizada para isca em carga.

Como o nosso foco é em gestão de frotas, decidimos não oferecer essa forma também.

Comunicação GSM e posicionamento por GPS (GSM + GPS)

Este é o utilizado pelo Contele Rastreador, pois acreditamos que essa é a melhor forma de atualizar com rapidez e precisão, com baixo custo para as empresas.



O módulo rastreador instalado no veículo, se comunica com o satélite, capta as coordenadas e envia, através da internet móvel (GPRS), as informações sobre os pontos de localização e de velocidade, para nosso sistema.

GPS: Global Positioning System, é um sistema de posicionamento por satélite

GSM: Global System for Mobile, é a tecnologia móvel padrão, mais popular do mundo, para telefones celulares.

GPRS: Primeira geração de dados na telefonia móvel, utilizada até hoje nas máquinas de cartão de crédito.

A má instalação ou encaixe da antena pode gerar dados incorretos no sistema.

Veja os artigos também:

Qual é a estrutura e linguagem de programação do Contele Rastreador?
O que acontece com o rastreador em área de sombra?
Qual o chip utilizado no Contele Rastreador?


Data da última atualização do artigo: 09 de Junho de 2021
Este artigo foi útil?
Cancelar
Obrigado!